Quem me Inspira... - Música

Quem me Inspira…: Corey Taylor e o seu Stone Sour.

Ontem uma amiga minha perguntou se eu conhecia uma tal música chamada Through Glass. Não só conhecia como já enjoei de tanto ouvi-la depois de ver a linda apresentação da mesma ao vivo no Rock in Rio o ano passado.

Vou falar um pouco da banda Stone Sour e sobre seu vocalista, Corey Taylor.

Corey Taylor e o seu Stone Sour
img-1009558-stone-sour
Stone Sour é uma banda americana com uma levada de heavy metal e muito post grunge, talvez por isso eu tenha gostado tanto. É a primeira banda do vocalista Corey Taylor, famoso por ser o vocal e frontman da banda de nu metal Slipknot.
O grupo foi criado em 1992 e durou até 1997, quando Corey e o guitarrista James Root foram para o Slipknot. A banda se reuniu novamente em 2002 e atualmente já tem 4 álbuns de estúdio: Stone Sour (2002), Come What(ever) May (2006), Audio Secrecy (2010) e House of Gold & Bones Part.1.
Eu sabia que o Corey tinha outra banda e já tinha visto na MTV algumas poucas músicas ou algum clipe, mas na época, ainda da internet discada, não consegui muitas informações quanto a banda e nem alguma música, sendo assim deixei pra lá.
O ano passado quando fui ao Rock in Rio, no dia da apresentação do Red Hot Chili Peppers eu vi que tinha algumas outras bandas no mesmo dia, mas esse tal Stone Sour eu não conhecia. Mesmo debaixo de uma chuva MUITO chata, eu, meu noivo e mais dois amigos decidimos ficar na área do palco Mundo para ver quem era essa bendita banda.
corey_taylor-foto2
O show já começou com uma pegada mais ‘pesada’ e um som MUITO bacana. Eu olhava para aquele vocalista, meio ‘ruivo’, de pele branca e olhos claros, aquela voz mais grave e sabia que o conhecia de algum lugar, mas não lembrava da onde. Eis que vejo a tatuagem em seu pescoço: É o Corey do Slipknot! Exclamei para o meu noivo, que concordou comigo.
stone-sour-acustico
Sabe quando a música se torna ainda mais legal? Caraca! Finalmente eu poderia não só ouvir a banda que eu procurei uns anos atrás, mas também VER um show dela.
Não pulei que nem doida e cantei todas as músicas como geralmente faço nos shows, mas fiquei paradinha com a capa de chuva enquanto ela molhava toda a minha cara (rsrs) e ainda sim curtindo aquele som lindo e forte.
Assim que cheguei em casa fui baixar todos os CDs e saber mais sobre a banda.
Curti demais o Audio Secrecy pelas músicas mais pesadas. O pessoal conhece mais este projeto do Taylor por suas músicas mais calmas e ‘românticas’, mas também tem muitas músicas bem pesadas e com o gutural perfeito do vocalista.
Esqueça Slipknot quando você fala desse projeto. Sinto que o Corey é muito mais livre no Stone, além de ser sua primeira banda, sinto intensamente suas letras e principalmente seu modo de cantar. Além dos acústicos que ele faz em alguns bares e rádios. No Stone ele realmente pode ser Corey, no Slipknot é o seu modo mais obscuro, mas sinto algo bem comercial também. Mas, não falando mal porque curto Slipknot pra caramba.
Enfim, além de ter a moral de tocar com suas duas bandas nos dois dias mais legais do Rock in Rio, ele tem duas bandas muito, muito boas, mesmo cada uma em um estilo diferente dentro do rock.
Veja alguns clipes anexados aqui e aconselho que baixe os discos. Vale realmente a pena.
Fotos: Divulgação.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s