Coisas de Mim · Quem me Inspira... - Música

Quem me Inspira: A música, as loucuras e as fortes dores de estômago de um homem que mudou uma década e se tornou eterno. Ao meu ídolo Kurt Cobain.

É isso ai galera. Depois de um festival de resenhas aqui no blog já estava com muita saudade de poder escrever/falar de música. Pra quem não soube, semana passada, mais precisamente no dia 20 de fevereiro seria aniversário de Kurt Cobain. Diante deste acontecimento eu resolvi fazer um post que eu já devia ter feito há muito tempo, mas ainda não tinha reunido as inspirações suficientes.

Kurt Cobain 
Hi_j0030

Pra quem não sabe quem é este homem, apresento-lhe como Kurt Donald Cobain, conhecido como Kurt Cobain. Nascido em Aberdeen em 20 de fevereiro de 1967

e faleceu em 05 de abril de 1994 em Seattle. Foi compositor, vocalista e guitarra da banda grunge Nirvana.
Desde pequeno sempre teve um grande senso para arte e música visto que seus tios e sua avó eram artistas da música e das artes plásticas.
Sua tia afirma que ele começou a cantar com 2 anos e com 4 anos já tocava piano e até escrevera uma música sobre uma viagem ao parque. Suas influências principais foram os Ramones e os Beatles.
little_kurt_cobainQuando tinha 9 anos seus pais se separaram e como vivia sendo ‘jogado’ para um lado e para outro e morando com outros tantos membros de sua família, tudo isso mudou drasticamente a vida e a personalidade de Kurt, deixando o mais recluso, amargurado e rebelde. Não mais o menino alegre de outrora.
Quando tinha 14 anos ganhou uma guitarra e então passou a escrever suas próprias músicas. No ensino médio encontrou Krist Novoselic com quem formou sua primeira banda, Fecal Matter. Em 1989, com Chad Channing na bateria eles já eram o Nirvana e gravaram o seu primeiro disco, chamado Bleach.
Em 1990, Dave Grohl entra para a banda e a partir do álbum Nevermind de 1991 que contém um dos hinos do rock: Smells Like Teen Spirit o Nirvana ascende em direção ao universo.
Kurt Cobain foi encontrado morto em sua residência em Seattle em abril de 1994. Deixou esposa, Courtney Love ex-vocalista da banda Hole, uma filha, Frances Bean Cobain, na época com 1 ano e alguns meses de idade e uma legião de fãs por todo o mundo. Órfãos.
Bem, eu conheci o Nirvana mais ou menos em 2002. Parece um pouco tarde, mas foi justamente na época que a coletânea da banda com a então inédita, You Know You’re Right foi lançada para o mundo.
O comercial do disco era exibido na TV aberta e a primeira vez que eu o vi, meus olhos ficaram fascinados diante dos segundos que mostravam aquela banda tão legal e de som tão marcante.
Depois de insistir e quase chorar pra minha mãe me dar, meus tios comprou o álbum e me presenteou. Aquilo foi como uma droga terrivelmente viciante pra mim. Eu não conseguia parar de ouvir aquele cd, todas aquelas músicas e por horas e horas seguidas. Todos os dias.
Comecei a procurar saber mais da banda via internet e me tornei fã mais que assídua. Um pôster foi pendurado na porta do meu quarto, camisetas, revistas, outros discos, outras músicas foram adquiridas e um amor sem igual que não saia do meu peito.
Nirvana quase se tornou uma razão de viver e há de quem dissesse mal dela na minha frente. :p
Kurt-Cobain---celebs-died-too-young_20121127153325_640_480
Os anos passaram e toda aquela euforia diminuiu, mas o amor por essa banda jamais vai se perder. Ver o Dave Grohl no ano passado com o Foo Fighters foi mágico e lágrimas vieram aos meus olhos quando ele sentou e tocou bateria. Pra quem nunca vai ter o sonho de ver a sua banda favorita ao vivo realizado, esses pequenos momentos são mais que gratificantes.
Muitos mistérios envolvem a morte de Kurt Cobain e mesmo não sabendo ao certo a forma que ele morreu e o porque ele morreu. Fatos não mudam.
tumblr_lgwjzwzpJh1qcbw06o1_1280Muitas pessoas me perguntam por que eu tenho como ídolo um homem que passou a vida a usar drogas, que não era um bom exemplo pra ninguém e que ainda ao final meteu uma bala na própria consciência para ‘apagar as dores de estômago’ que sentia.
E eu digo que não o admiro por essas atitudes quase ‘típicas’ de um rockstar e sim por suas músicas, por seu talento para criar algo tão revolucionário como o grunge, por ser influência e ter dado o ponta pé inicial para que a cidade de Seattle ficasse tão conhecida pelas maravilhosas bandas de rock que tinha e ainda tem.
Inspira-me os sentimentos que tinha, pela forma carinhosa e ainda louca de sentir afeto por seus companheiros de banda, por seus amigos e acima de tudo por sua filha.
Talvez ele não tenha sido forte o suficiente, tenha sido covarde por terminar com tudo antes de ver tudo desabar de vez. Já tive o típico pensamento de: se ele não tivesse morrido o Nirvana ainda estaria aqui? Antes, uma juvenil como era, eu acreditava que sim.
Hoje, diante dos fatos e circunstâncias, aprendizado e maturidade eu digo que não. E talvez ele nem estivesse vivo. O que tinha que ser, foi. Infelizmente. Não dá pra mudar o passado.
Pra mim só ficou a imagem, as músicas, os pensamentos e que eu pretendo passar adiante. Faz 18 anos, mastumblr_luk6fgLpGy1qdzkgco1_400 pra mim não muito. Ele está vivo a cada jovem que ganha um violão ou uma guitarra e aprende Come as You Are, em cada loja de disco que toca Smells Like Teen Spirit, em cada especial grunge em uma casa de show de rock, em cada rádio rock, em cada camiseta de um jovem que a mãe tem medo que se torne um rebelde, em cada mp4 em um final de tarde no metrô, em cada coração apaixonado por Nirvana.
A vida não é fácil e a cada dor de estômago que eu sofro sinto que os desafios são maiores, mas eu não vou desistir e sim passar por cima deles. Eu não tomo a vida de Kurt como exemplo a ser seguido, mas como uma história de alguém que viveu com seus monstros, até o próprio limite.
 E quanto a dor de estômago? Eu ouço um pouco de Lithium enquanto tomo um copo de leite, logo passa…
“I’m so happy cause today I’ve found my friends…they’re in my head. I’m so ugly, but that’s okay, cause so are you…we broke our mirrors.”
Anúncios

2 comentários em “Quem me Inspira: A música, as loucuras e as fortes dores de estômago de um homem que mudou uma década e se tornou eterno. Ao meu ídolo Kurt Cobain.

  1. É exatamente assim que me sinto. O Nirvana preencheu minha adolescência e influenciou o meu gosto musical pro resto da minha vida. O Kurt marcou a minha vida.
    Esse ano eu finalmente li Heavier than Heaven e não poderia ter chorado mais do que chorei. Doeu vê-lo morrer de novo.
    Preciso ver Montage of Heck urgentemente!

    1. Oi Naira.

      Eu ainda não vi o filme também, mas estou muito curiosa e poder tirar minhas próprias conclusões, visto que este filme está sendo muito falado.

      Bjs e obrigada por me visitar aqui! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s