Coisas de Mim · Faz parte do meu show... - Música

Faz parte do meu show…: Barão Vermelho – 30 anos – + 1 Dose.

Primeiro post no blog sobre os shows que confirmei a minha presença! Já era pra eu ter feito de muitos outros shows desde o The Calling em 2004 até o Black Label Society o ano passado, mas faltou tempo pra tudo isso.

Bem, vou comentar sobre o show de sábado que fechou a turnê de uma ‘velha’ e ótima banda pertencente ao nosso querido rock nacional. Porque aqui no Brasil também se faz rock… ou se FEZ rock.
Barão Vermelho – 30 Anos – + 1 Dose.
Barão-Vermelho
Local: HSBC Brasil
Dia do Show: 16/03/2013
Horário Previsto: 22:00
Horário Início: 22:45
Cheguei na casa de show pro volta das 21:10 para pegar o ingresso já comprado no local pois a empresa responsável não pode entregar em minha residência.
Enfim, embora eu tenha me assustado um pouco com aquela fila pra pegar as entradas o processo foi bem rápido e em menos de 15 minutos eu já estava dentro do HBSC Brasil.
Eu e meus tios (Maisa e Agnaldo) ficamos localizados ao lado direito do palco e próximo ao bar, embora a visão fosse boa toda hora o pessoal ficava passando e empurrando a gente tanto para ir ao bar quanto voltando dele. ¬¬
As 21:40 começou o show de uma banda meio hard core que eu não me recordo o nome porque eu juro que tentei entender qual era o nome, tanto que achei o som dos caras muito bom. Tinha uma guitarra marcante e a letra parecia bacana também, ainda mais por ser em português. Se alguém souber o nome da banda por gentileza comentar aqui. Agradeço bastante.
733843_426960244058060_891086112_n
A banda tocou alguns sons em praticamente 20 minutos e as 22:00 o Barão Vermelho já devia estar livre para entrar no palco na hora prevista, mas sabe como é ter que mudar todos os instrumentos do palco.
Enquanto isso a casa ia ‘animando’ a galera com músicas de outras bandas brasileiras tais como Engenheiros, Legião, Nenhum de Nós, o que foi efetivo quanto ao atraso de 45 minutos da banda principal. Pessoal foi se animando e deve até ter esquecido um pouco da hora, eu como sempre fiquei impaciente. rsrsrs
A banda finalmente entrou no palco com a música que seu trecho dá o nome a turnê do Barão: Por que a Gente é Assim?  que emendou com Pense e Dance. O público cantou muito e Frejat foi uma grande simpatia ao terminar esses grandes sucessos e agradecer as praticamente 4 mil pessoas que lotavam o show.
barao-356x239
Teve algumas músicas menos conhecidas como Cuidado, que eu me lembro de foi uma das mais ‘recentes’ que a banda lançou.
O mais admirável pra mim que já foi em alguns shows importantes ao longo da minha curta vida é que em muitos não havia uma conexão ou uma grande interação por parte do público e banda, mas desta vez foi diferente. Em músicas cantadas de forma acústica como a famosíssima Por Você e um single do primeiro disco da banda Bilhetinho Azul, a plateia foi fervorosa e fiel, como se tudo aquilo fosse uma única apresentação, tudo interligado.
582071_426960284058056_890949264_n
Ainda tivemos músicas importantes como O Poeta Está Vivo, Pedra Flor e Espinho, Purô Êxtase, Declare Guerra, O Tempo Não Para. A presença da época de Cazuza ficou marcada nas músicas Maior Abandonado e Pro Dia Nascer Feliz, pra delírio total do público.
A banda fez dois bis sendo o último com a linda e conhecida Codinome Beija-Flor e uma versão de Satisfaction dos Rolling Stones que terminou tudo com chave de ouro.
O Barão novamente entra em uma pausa talvez infinita visto que a banda não deu detalhes de quando poderiam voltar. Frejat novamente vai se dedicar a sua carreira solo tendo uma apresentação no Rock in Rio em setembro em uma homenagem a Cazuza.
Talvez seja o fim definitivo e eu estava esperando este show desde os meus… 14 anos quando estava fissurada no álbum Balada, com as versões em acústico.
Bilhetinho Azul, O Poeta esta Vivo e O Tempo não Para eram músicas que eu queria ouvir fervorosamente ao vivo e felizmente a banda atendeu ao meu pedido. Cantei e aplaudi muito. Músicas lindas, de letras encantadoras, fortes.
tios
Este show significou muito mais do que apenas uma banda de bom som, é uma banda que me foi apresentada pelo meu tio Agnaldo desde que eu era mais nova e a volta de nós três juntos em um show. Foram eles que me levaram pra ver o The Calling quando eu tinha 14 anos, primeiro show da minha vida e foi incrível.
Valeu muito a pena e espero poder ver outros shows deles e novamente junto dessas pessoas que amo tanto.
“Mais uma dose… é claro que eu to afim. A noite nunca tem fim não, porque a gente é assim!”
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s