Quem me Inspira... - Música

Quem me Inspira…: Felicidades ao homem de muitas palavras, sentimentos profundos e uma melancolia que só pertencia a ele e a todos os seus milhares de fãs. Renato Russo Pra Sempre.

Depois da última postagem desta categoria falando do astro do grunge Kurt Cobain, teremos o nosso primeiro cantor brasileiro aqui no blog. Não há que não há outros bons cantores que me inspiram em meu país, mas este é o símbolo maior de tudo que me influenciou positivamente dentro do rock.

Renato Russo
Renato-Russo
Renato Manfredini Junior nasceu na cidade do Rio de Janeiro no dia 27 de março de 1960. Desde pequeno o jovem teve contato com culturas que seriam fundamentais para o crescimento de seu caráter e seus profundos pensamentos, uma dessas foi o seu contato com a cultura americana com apenas 7 anos, quando seus pais foram morar em Nova York.
Com 13 anos seus pais mudaram do Rio de Janeiro para a capital do país, Brasília e foi essa a quem ele adotou como sua real cidade, a de coração e de suas músicas.
Dois anos depois devido a descoberta de uma doença nos ossos que o levou a uma cirurgia que teve como consequências uma recuperação de cerca de seis meses de cama. Foi ai que a formação musical de Renato foi iniciada, pois segundo ele, passou esses seis meses ouvindo de tudo e começando a sua extensa lista de discos.
Renato+Russo++crianaEm 1978 ele deixou o seu lado de garoto rebelde fluir e montou o Aborto Elétrico com Felipe Lemos, Flávio Lemos e André Pretorius. A banda até hoje é muito lembrada por suas músicas de rebeldia e ainda sim com letras marcantes. Devido a briga entre Renato e Fê Lemos, a banda só durou 4 anos.
Em 1982 o Aborto Elétrico terminou e dele surgiram as bandas Capital Inicial e Legião Urbana, a última tendo Renato nos vocais e baixo junto com a bateria de Marcelo Bonfá, a guitarra de Eduardo Paraná e o teclado de Paulo Guimarães.
Depois de indas e vindas Eduardo e Paulo saem da banda para a entrada de Renato Rocha e Dado Villa-Lobos. A formação durou pouco e logo se tornara um trio, formando assim a clássica Legião Urbana.
Renato dizia que se inspirava em Robert Smith, vocalista do The Cure e em Morrissey, na época a frente da banda The Smiths.
A partir de 1984 a Legião Urbana foi ganhando público e logo se tornara uma Religião Urbana, visto que muitos fãs levavam o som da banda como algo religioso e Renato Russo um Deus, algo que ele dizia não se sentir embora possamos dizer que talvez isso elevasse o seu ego bastante inflado.
Renato faleceu em 11 de outubro de 1996 em consequência de complicações causadas pela AIDS deixando um filho de 7 anos e uma legião de outros filhos desamparados.
Conheci Legião Urbana aos 8 anos de idade, cerca de dois anos depois da morte de Renato, por uma amiga minha da escola, Laís. Lembro-me que um dia ela levou um cd para a professor fazer uma atividade em sala em que consistia em ouvir 3 músicas da banda e fazer uma redação sobre uma delas.
As músicas eram Eduardo e Mônica, Faroeste Caboclo e Que País é Este?
20100326191543_16323_large_renato-russo1
Minha paixão começou por gostar tanto da música Eduardo e Mônica, por imaginar aquela menina com tinta no cabelo que ia encontrar um cara que ia de camelo. Hãn?
Pra uma criança era algo bem fantasioso. Rsrs
A minha ânsia por aprender a cantar toda a Faroeste Caboclo e ficar envergonhada quando chegava a parte em que palavrões eram ditos e ficar super admirada pelos meus primos que sabiam a letra de cor e salteado.
Lembro-me que implorei pra minha mãe comprar o cd Mais do Mesmo e que ela demorou muito para achar, mas quando chegou em casa com aquele disco em mãos eu não parava de ouvir, parecia que o cd ficaria desgastado de tanto que eu ouvia e ouvia.
Renato+Russo+Manfredini_
Quando a internet finalmente chegou a minha vida, ficava pesquisando letras e letras da banda, escrevia em meus cadernos, tinha o sonho de montar um fã clube. Era quase uma religião pra mim.
Com o tempo fui conhecendo outras bandas, outros estilos dentro do rock, mas nunca me esqueço de que foi Renato que colocou isso tudo pra mim, que com sua história de vida e as coisas que dizia, que gostava me fazia buscar o que lhe agradava e a ouvir o que ele ouvia e conhecer outras vertentes.
Hoje não ouço a banda com a mesma ânsia da minha infância, mas sempre tem aquele momento certo, especial em que a Legião sempre vai estar presente nos momentos da minha vida. Tanto que não sei dizer qual é a minha música preferida, são tantas, tantas palavras, tantos sentimentos…
legiao-urbanadddddddddddddddddd
Digo lhe que ele era um poeta e como diz a música do Barão Vermelho: O Poeta está vivo… e Renato estará vivo para sempre. Com seus pensamentos loucos, sua inteligência, seu jeito um tanto arrogante, mas justificável, sua voz linda, forte…. linda.
Parabéns Renato, aonde quer que esteja.
“Se o mundo é mesmo parecido com o que vejo, prefiro acreditar no mundo do meu jeito. E você estava esperando voar, mas como chegar até as nuvens com os pés no chão?”
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s