Minha Sutil Opinião - Livros.

Minha Sutil Opinião: A Vidente.

Finalmente postando a resenha prometida aqui no blog! Andei um pouco ocupada com as aulas de direção que estavam tomando quase 2 horas do meu dia e ainda tive que fazer muitas matérias para o meu site de animes.

Enfim, tinha prometido que logo a série das Irmãs Wherlocke estaria aqui e vamos começar logo pelo primeiro livro da trilogia.
A Vidente
videnteAutora: Hannah Howell
Editora: Lua de Papel
Categoria: Literatura Estrangeira / Romance
Como todos de sua família, Chloe Wherlocke possui um dom especial. Ela tem certas premonições que permitem assim enxergar perigosos que as pessoas jamais conseguiriam ver.
Em 1795 ela prevê a morte de sua irmã ao dar a luz a seu sobrinho, que também falece. Ao encontrar o corpo da irmã ela vê que foi deixado um bebê, vivo ao lado do corpo da mulher e assim a jovem leva a criança e a cria longe do mundo com a ajuda de um primo muito próximo.
Três anos depois Chloe descobre que a origem desse bebê, agora um menino de 3 anos, vai muito além de abandono, pois tudo faz parte de um jogo de mentiras, traições e assassinatos.
Ela então terá que continuar protegendo o pequeno e também salvar a vida do pai, o jovem conde Julian Kenwood a quem desconhece totalmente do próprio filho. Chloe só não contava ter que proteger esses homens da morte e que o destino transformaria seus sentimentos de proteção para com Julian em uma paixão muito profunda.
Bem, começando pela capa. Embora seja um livro até simples, sem muito brilho e enfeites a capa é bastante bonita com uma bela jovem loira com um estilo meio georgiano, antigo, chama bastante a atenção. O que não gostei é que cada livro veio com duas fitinhas para que você amarre o livro, acho que é para isso, mas não dá pra utiliza-lo muito bem como marcador de página e ainda atrapalha um pouco. Foi o meu caso.
Páginas amarelas, fonte não muito pequena, facilitou bem a leitura.
Quanto a história, eu achei uma trama bacana, nada de muito surpreendente, bem leve e fácil de ler. É bacana porque se passa em uma Inglaterra antiga aonde os títulos ainda determinavam quem uma pessoa era e a reputação era algo que valia muito. Muito mesmo.
Chloe é uma mulher diferente de qualquer uma porque não é uma dama propriamente dita, não é frágil, pelo contrário, é determinada e não tem frescuras. Julian já tem quase seus 30 anos e é um homem bonito, charmoso e que luta com unhas e dentes por sua família.
Só achei que o romance dos dois foi uma atração muito fulminante, muito rápida e ainda mais pela aquela época, fora que as pessoas não se importarem muito deles dormirem juntos e tchururu. Achei isso um pouco  demais para aquele tempo.
Hannah Howell
Hannah Howell
É uma leitura proveitosa, mas achei que faltou algo. Sabe aquela sensação que poderia ser melhor? E o casal por mais que fosse bonito de se ver, não foi algo que me prendeu realmente, daquele tipo que a gente lê e sente o amor entre eles, quase literalmente.
Classifico o livro como: bonzinho.
Já estou terminando o segundo livro da trilogia e acredito que até o fim da semana poderei contar um pouco mais dele pra vocês. Então, aguardem. J
Anúncios

2 comentários em “Minha Sutil Opinião: A Vidente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s