Minha Sutil Opinião - Livros.

Minha Sutil Opinião: Frankenstein ou o Prometeu Moderno.

Primeiro livro de uma série de histórias de terror. Frankenstein é a primeira história de uma série com três grandes clássicos do terror e do suspense da literatura mundial. Seguido de O Médico e o MonstroDrácula, a medida que lerei todas essas grandes histórias, vou postando pra vocês.

Frankenstein ou o Prometeu Moderno
9788572328135Autora: Mary Shelley
Editora: Martin Claret
Categoria: Literatura Estrangeira / Suspense / Terror
O romance é narrado pelos relatos por carta do Capitão Walton a sua irmã. Tudo começa quando em uma expedição náutica que busca uma passagem para o Polo Norte ele vê um homem vagando pela neve em um trenó com cachorros. Ele então salva o homem que em retribuição conta sua história de vida ao Capitão.
O homem era Victor Frankenstein. Desde pequeno ele sempre fora cercado de grandes pessoas e de muito amor. Sempre teve grande conhecimento e inteligência grandiosa.
Aos 17 anos seus pais o enviaram a Universidade de Ingolstadt, na Alemanha, para aprofundar seus estudos. E foi lá que ele conheceu as Ciências Naturais. Empenhado em descobrir os mistérios da criação, Victor estuda intensamente e assim encontra o segredo da geração da vida.
Depois de dois anos totalmente dedicados ao projeto de geração da vida, que custou sua saúde e o amor de seus familiares, ele consegui então dar vida a uma criatura imensa. Mal sabia ele que sua vida desde então se tornaria um inferno e ele teria que pagar pelo erro de ‘brincar de ser Deus’.
Confesso que é um livro que nunca tive uma imensa vontade de ler, mas como achei essa coleção bacana e por um preço bastante agradável, quis dar uma chance a esse clássico famoso e saber mais do que a história retratava.
De fato, Frankenstein refere-se ao doutor, aquele que criou o monstro, que até então não tem um nome próprio. É250px-Frankenstein_engraved definido como criatura, monstro, demônio.
É uma visão totalmente diferente de tudo que eu vi até agora quanto a essa história visto que até então, eu sabia que o monstro era o Frankenstein, que ele era meio verde, estranho, que não dizia nada com nada, apenas saia gruídos de sua boca e que todos tinham medo dele.
De fato, ele não era verde e sim meio amarelado. E de fato também bastante horrendo, embora em minha cabeça, a imagem que tenho do monstro é bastante parecida com o que vemos no filme Van Helsing. É feio, mas não tem horrendo como descrito. A criatura tem sentimentos tais quantos nós, humanos, além da capacidade de aprendizado, de tal forma que ela fala tão melhor quanto eu e você.
Outro ponto é que toda a sua atitude embora cruel, é justificável já que ninguém o ensinou verdadeiramente o que é o amor, o afeto. E ele não é um robô qual aparenta em RothwellMaryShelleyalguns filmes antigos e a forma que veio ao mundo não foi nada como em uma noite chuvosa, cheio de raios.
O bom de ler este clássico foi que toda a imagem que eu tinha, foi de certa forma distorcida com as adaptações que vieram depois. É uma história de terror, mas não tive tanto medo da criatura em si, os sentimentos que dele proviam, esses sim provocavam medo. O final é bastante interessante e fiquei contente com o livro no geral.
Não é uma história cansativa, é interessante todo o relato da vida do doutor e de sua criatura e o final é digno de todo o contexto. Mary, com apenas 19 anos fez uma das histórias mais legais dos séculos. Girl Power! 😀
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s