Minha Sutil Opinião - Livros.

Minha Sutil Opinião: 007 – Viva e Deixe Morrer.

Segundo romance do grande Ian Fleming e do agente mais conhecido e querido do mundo, James Bond está de volta em mais uma grande missão onde novamente sua vida será posta a prova.

007 – Viva e Deixe Morrer
007-viva-e-deixe-morrerAutor: Ian Fleming
Editora: Alfaguara
Categoria: Literatura Estrangeira/ Romance Policial
Em meio a crise latente entre os poderes ocidentais e oriental durante a Guerra Fria, 007 será incumbido de investigar o poderoso Mr. Big. Um gangster negro do Harlem cujos negócios ilegais se estendem do contrabando de tesouros antigos ao fornecimento de verbas a SMERSH, braço mais letal do serviço secreto soviético. Em meio a tudo isso ele conhece Solitaire, uma vidente muito poderosa que está em poder de Mr. Big, Bond se verá enredado pelos cantos da bela mulher.
De Nova York até o Caribe, James estará de olho nesse poderoso gênio do crime que controla seus capangas na só por sua fama, poder, mas também pela magia negra.
Como dito anteriormente, segundo romance do agente mais famoso do mundo, escrito em 1954.
Eu gostei muito do primeiro livro, Cassino Royale porque já tinha visto o filme e adorado. Embora eu já conheça 007 há muito tempo, eu sou do tempo de Pierce Brosnan, onde ainda a espionagem e a tecnologia era todo o suporte de James, mas sou fã verdadeiramente de Daniel Craig, onde a espionagem é um pouquinho deixada de lado para mostrar um agente muito mais intenso, ativo, que usa uma metralhadora ao invés da típica pistola. O agente que vai para cima com tudo, que explode e mata quem estiver em seu caminho. rs
007
Novamente Bond é chamado para uma grande missão. O criminoso Mr. Big está envolvido com um grande contrabando de moedas antigas que anteriormente foram roubadas por um pirata e deixadas na Jamaica. A missão do 007 é descobrir a localização de tal tesouro, resgata-lo e levar o poderoso gangster para a cadeia.
Claro que seu caminho não é nada fácil e ele é pego, quase morto, quebram os ossos de seu corpo e ainda se sente atraído pela futura esposa de Mr. Big, Solitarie. Uma mulher negra, muito charmosa, sedutora e que dizem ser uma grande vidente. Obviamente que a atração de ambos é muito forte. Não bastando James ter que eliminar o gênio do crime, ainda terá que tirar a bela mulher das garras dele.
Eu achei este livro muito mais longo que seu anterior. A espionagem é realmente posta em prática e James passa um grande tempo investigando, reunindo informações, estudando. Há alguns momentos dentro da história que ele é posto em perigo ou sofre algum tipo de dano, mas nada demais, apenas para dar um ânimo.
Quanto as personagens, somente vejo Bond, M, Mr. Big e Solitaire como grande papéis pois os demais são sempre ajudantes ou outros agentes que não aparecem tanto na história.
A questão de escrita, novamente é nítido pela época e pela personalidade do autor Ian um teor do que seria considerado hoje racismo, a forma que ele descreve os negros, tirando Mr. Big, é um tanto esdrúxula e preconceituosa para os padrões atuais, talvez na época fosse considerado ‘normal’ esse tipo de atitude, mas hoje eu fiquei um pouco chocada. Tirando isso, ele escreve com grande maestria, é explícito o quanto ele estudou para compor toda a trama.
Eu só não gostei tanto da história, pois achei muito longa, demorada, um tanto cansativa e o final não foi tão surpreendente o quanto eu esperava. Para quem é fã do clássico James Bond, ficará muito contente com a história, como eu sou mais fã do 007 dinâmico, fiquei um pouco decepcionada, mas ainda terão mais livros pela frente e Bond não ficará longe de mim por tanto tempo.
O livro em si é muito bonito, com uma foto de capa bem relacionada ao tema, com um papel diferente, macio, diagramação muito boa e praticamente zero erros de escrita.
70s_flicks_live_and_let_die
O livro ganhou uma adaptação para os cinemas em 1973 e foi estrelado por Roger Moore.
Anúncios

6 comentários em “Minha Sutil Opinião: 007 – Viva e Deixe Morrer.

    1. Alias Carol, tem vários livros, lógico que há filmes que não foram baseado em livros, mas a grande maioria é. Eu gostei muito do Cassino Royale porque teve muito mais ação, este já foi mais realmente pra espionagem.

      Bjs e obrigada pelo comentário!

    1. Olá Karine! Eu também não sabia de todos os livros envolvendo o 007, mas tem vários. Aconselho você assistir pelos clássicos que seria a ordem correto, mas você pode assistir os últimos com Daniel Craig, que já vai te dar uma ótima dimensão do querido agente 007.

      Bjs e obrigada pela visita! 😀

  1. Uma coisa os dois James Bond tem em comum… o biquinho! huahuahuahuahua Então, não sabia que tinham livros sobre o 007 (!!!!!) Mas não sei se eu os leria. Apesar de adorar esses gêneros policiais, não consigo imaginar 007 em livros! Sei que é uma coisa meio bizarra de se falar, mas é a verdade =P

    beijos
    Kel
    http://www.porumaboaleitura.com.br

    1. Oi Kel!

      SUPER verdade sobre o biquinho. Acho que seria algo como um pré requisito para ser um James Bond.
      É bem diferente você tentar imaginar um 007 nos livros ainda mais que ele é bem diferente do que vemos no filme. O 007 dos livros será sempre o mesmo enquanto nos cinemas, cada ator tem uma interpretação diferente. É complicado. rs

      Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s