Aqueles que Apoiam - Parceiros · Minha Sutil Opinião - Livros.

Minha Sutil Opinião: Doze Anos de Escravidão.

Livro que me foi presenteado pela parceira com o Grupo Pensamento. Fiquei bastante curiosa quanto a história ainda mais pelo livro ter ganhado sua versão cinematográfica e por fim prêmios importantes como o Oscar.

Doze Anos de Escravidão

12 Anos de EscravidãoAutor: Solomon Northup

Editora: Seoman

Categoria: Literatura Estrangeira / Biografia e Memórias

O livro conta a história de Solomon Northup, um homem negro, livre, nascido e criado nos Estados Unidos. Após receber uma falsa proposta de trabalho, Solomon é sequestrado, drogado e vendido como escravo.

Conhecido pelo nome de Platt, Solomon passou doze anos trabalhando em fazendas na região da Luisiana e por muitas vezes esteve bem perto do fim de sua vida nas mãos dos seus senhores fazendeiros.

Depois de muita injustiça, lágrimas, trabalho e dor, Solomon finalmente foi liberto e de maneira muito simples, quis contar ao mundo o que sofreu passando sua condição de homem livre para um escravo e novamente tendo sua doce liberdade de volta.

Solomon era um homem muito bom, trabalhador, feliz. Seu pai, também um homem muito honrado trabalhou muito para que sua liberdade fosse garantida e assim de toda sua geração futura. Northup era casado, pai de três amados filhos e muito amigo de todos. Trabalhava muito, tinha sua casa própria e era bastante instruído, viajara por muitos lugares e tocava violino como ninguém.

Um dia fora enganado por dois homens que ofereceram emprego a ele em outra cidade, por descuido não contou a sua mulher ainda ia e no caminho foi drogado, ferido brutalmente e posto a venda como escravo. Foi lhe tirada a liberdade e por todos os anos ele tivera muito medo de contar o que realmente era e acabar sendo morto por isso. O que ele mais desejava era estar novamente ao lado de sua mulher e seus queridos filhos.

D38B9901-3048-9A96-8264180C788EF730

Fiquei conhecendo o livro através do anúncio do filme, porque ainda não assisti ao filme também. Quando fechei parceria com o Grupo Pensamento e me foi dada a opção de poder escolher um livro, rapidamente escolhi este para saber mais a fundo sobre sua história.

Embora eu pensasse que seria uma leitura ainda mais simples, não devemos esquecer que Solomon era um homem bastante inteligente e não como os demais escravos que eram, tão sofridos e ignorantes de tudo. Ele detalha bem toda sua longa e penosa jornada, nos descreve toda sua dor, os trabalhos que fazia, até mesmo a forma de cultivar cana, de como era feito o plantio e recolhimento do algodão, sua rotina na fazenda.

E os nomes. Como ele conseguiu guardar tão bem todos os nomes, as características e personalidades daqueles que passaram em sua vida?

Confesso que me emocionei um pouco no final diante do relato emocionado e das lágrimas de felicidade que sei que por muito tempo depois dos doze longos anos sofridos rolaram por seu rosto.

12-anos

Uma história de emoção, muito sofrimento, muita lucidez e esperança. Um relato muito detalhado e vivo do que foi a escravidão daqueles pobres seres humanos que eram tratados como animais e só desejam um pouco de paz e liberdade de fazer seu próprio caminho.

Anúncios

Um comentário em “Minha Sutil Opinião: Doze Anos de Escravidão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s